RCM (Manutenção Centrada em Confiabilidade): Por que aplicar na gestão de equipamentos médico-hospitalares?

Postado em 19 de dezembro de 2017


Reability Centred Maintenance– RCM” ou em português “Manutenção Centrada em Confiabilidade- MCC” é uma metodologia proposta pela Engenharia de Manutenção para garantir que dispositivos, máquinas ou qualquer produto realize sua função adequada sob as condições de operação determinadas, para um tempo especificado, definindo qual as melhores estratégias de manutenção, certificando o controle dos riscos de segurança, ambiental, qualidade e economia.

Diante disso, os focos da RCM são voltadas para preservar a função do sistema, identificar, classificar e priorizar, segundo suas consequências, as falhas funcionais, através da aplicação de ferramentas de qualidade, como o FMEA.

RCM na gestão de equipamentos médico-hospitalares

Segundo a norma brasileira NBR 5462 (1994), manutenção é definida como a combinação de todas as ações técnicas e administrativas, incluindo as de coordenação, destinadas a manter ou recolocar um item em um estado no qual possa desempenhar uma função requerida, podendo inclusive incluir uma modificação do item. Ainda, a norma inglesa BS-3811 (1993) define manutenção como sendo a combinação de qualquer ação para reter ou restaurar um item, de acordo com um padrão aceitável.

Diante de todas essas definições que indicam combinação de ações e técnicas, os atuais avanços da tecnologia e todo o incremento de equipamentos elétricos utilizados na prática médica, se faz necessário uma constante prevenção das falhas e das consequências dessas falhas, além da redução de custos de manutenção, e aumento da confiabilidade e disponibilidade.

Para isso, é necessário que a gestão seja qualificada e especializada, adotando estratégias que trabalhem diante dos pontos citados acima. Como solução, a Manutenção Centrada em Confiabilidade se torna de extrema contribuição aos planos de gerenciamento dos equipamentos médico-hospitalares, eliminando a improvisação e metodologias focadas em manutenção não planejada.

>>> Saiba mais: Qualidade de Software: 4 fatores que impactam nos serviços do setor de Engenharia Clínica

Além disso, algumas certificações da qualidade em instituições ligadas à saúde, como a ISO 9001 e Acreditações Hospitalares, exigem que seus processos, apesar de distintos, tenham procedimentos formais, planejamento e controle, simplificando e atestando a qualidade do trabalho através dos enfoques citados da Manutenção Centrada em Confiabilidade.

Quais as vantagens de aplicação da metodologia RCM?

A Manutenção Centrada em Confiabilidade apresenta grandes vantagens para o gerenciamento dos equipamentos médico-hospitalares, dentre eles, os pontos forte que podemos destacar são:

Como é aplicada a metodologia RCM?

O processo de implantação da RCM se divide em etapas que vão desde o planejamento até a prática real do que foi programado. Através dos questionamentos aplicados na metodologia do FMEA (indicado na imagem abaixo), que analisa modos de falha e seus efeitos, são encontradas as respostas para a determinação de tarefas pró-ativas ou reativas, através do diagrama de decisão para as manutenções.

>>> Leia também: Saúde sobre rodas: a prevenção do câncer chega a lugares distantes

fmea manutencao equipamentos medicos

fmea manutencao equipamentos medico
As tarefas pró-ativas se dividem basicamente em algumas tomadas de decisões: Manutenção Preditiva e Manutenção Preventiva.

Para as tarefas reativas, são realizadas ações secundárias caso não seja possível a utilização das tarefas pró-ativas por fins injustificáveis. Essas ações constituem três grupos distintos: Busca de Falhas, Reprojeto e Manutenção Corretiva.

Como acompanhar os resultados obtidos pela RCM?

Algumas métricas são de extrema importância quando levada em conta a Manutenção Centrada em Confiabilidade, para verificar se a metodologia está apresentando resultados esperados e, para isso, é essencial que os indicadores sejam medidos com o máximo de veracidade. Abaixo, alguns dos indicadores mais utilizados para medir a eficiência de um plano de RCM dentro de uma companhia:

Para atender a essas necessidades, existem softwares de gestão e automação em manutenção, principalmente voltados para a área da saúde que, se alimentados corretamente, te fornecem informações precisas e que podem contribuir para melhorar a qualidade do seu serviço.

Fonte: Nathalia Mazotti – Arkmeds
Este conteúdo não é de responsabilidade da Biomig Brasil.

Voltar para todas publicações

Veja também


Serviços

Serviços

A Biomig é uma empresa com excelência e especializada em Propaganda Médica, Venda e Logística de produtos de alto valor agregado, atendendo às mais variadas exigências das indústrias...

Conheça mais

Consultores

Consultores

A Biomig possui equipe capacitada e permanentemente treinada para atender aos seus clientes nos diversos assuntos inerentes à propaganda e venda de seus produtos. Busca um bom ambiente para seu cliente...

Veja mais